Rajão

De entre todos os instrumentos utilizados no folclore madeirense, o Rajão será, provavelmente, o mais genuinamente regional na sua origem e, certamente, aquele que apresenta características mais arcaicas passíveis de serem associadas historicamente à região, que remontam o século XVII. Executado em "ponteado" ou com o vulgarmente designado “tocar de rasgado”, trata‐se de um instrumento que é utilizado sobretudo como acompanhador do canto e da dança no folclore da região. O Rajão, arma com cinco cordas simples, do agudo para o grave Lá Mi Dó Sol Ré mas, divergindo das violas de mão, caracteriza‐se por ter a terceira corda (Dó) como sendo a mais grave contrariamente aos outros instrumentos em que a quinta costuma ser a mais grave.


Of all the instruments used in the folklore of Madeira, the Rajão is probably the most genuinely regional and, undoubtedly, presents the most ancient characteristics that can be historically associated with that region, going as far back as the 17th century. This instrument, which is played with the rasgueado technique, is mostly used for accompaniment to singing and dancing. Unlike other violas, it has a modern guitar bridge and single strings (although on some instruments the first course is double-strung). It also uses a re-entrant tuning in which the third course is the lowest: D3 G3 C3 E3 A3 from low to high.