violão

IRMÃO VIOLÃO – MAURÍCIO GOMES E PAULO PEDRASSOLIMotivado pelo ano do Brasil em Portugal (2013) e constatando que muitos pós-graduandos em guitarra clássica do DeCA (Universidade de Aveiro) eram brasileiros, Paulo Vaz de Carvalho, professor do DeCa, propôs o projeto Irmão Violão como uma mostra da produção em Performance em Guitarra Clássica da UA e intercâmbio cultural. A ideia uniu destacados guitarristas brasileiros que vieram se aprimorar em Portugal. A palavra “violão” é um termo que antigamente se usava só em Portugal e se usa agora no Brasil para designar a guitarra clássica; em virtude da grande afinidade entre os dois países nasce o Irmão Violão. Maurício Gomes iniciou seus estudos de guitarra aos 12 anos, licenciando-se em Educação Artística com Habilitação em Música pela Universidade do Estado do Pará (UEPA) e em guitarra pelo Conservatório Carlos Gomes, onde estudou com o professor Salomão Habib. Posteriormente mudou-se para Barcelona (Espanha) e ingressou na Escola Superior de Música de Catalunya, onde estudou com Zoran Dukic e Àlex Garrobé. Foi professor de guitarra da Estudis Musicals Atlântida (EMA) em Barcelona e do Conservatório Carlos Gomes (Brasil). Fez vários concertos por capitais brasileiras e também em Portugal, Espanha e Alemanha. Dentre suas atuações, destaca-se a participação no Concerto à Brasileira, realizado em 2009 na Embaixada do Brasil em Berlim (Alemanha), tocando ao lado dos músicos Wilfried Berk e Elizabeth Berk-Seiz. Na ocasião, realizou a primeira audição alemã da obra completa para violão de Cláudio Santoro. Cursou o Mestrado em Música da Universidade de Aveiro sob a orientação dos professores Paulo Vaz de Carvalho e Pedro Rodrigues. Atualmente é professor de guitarra do Conservatório David de Sousa (Figueira da Foz). Paulo Pedrassoli é Mestre em Música pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e professor (3o grau) de violão na mesma instituição. Atualmente cursa o doutoramento em Performance na Universidade de Aveiro. Desenvolve intensa carreira artística como solista, camerista e diretor musical, tendo se apresentado em diversos países como França (Paris), Estados Unidos (Los Angeles), Japão (Tóquio, Kioto, Nasu, Fujisawa e Okayama), Alemanha (Ulm), Austrália (Sydney), Portugal (Lisboa, Porto, Coimbra, Alcobaça, Braga, Aveiro, Nisa e Fundão), India (Nova Deli e Chandigard), Caribe (Barbados), Paraguai (Assunção) e Marrocos (Rabat), além das mais importantes salas de concerto do Brasil. Sua discografia inclui o CD “Heitor Villa-Lobos: Obra Integral para Violão Solo”, gravado na Alemanha (Karlsruhe) e recebido entusiasticamente pela crítica especializada nacional e internacional como uma das melhores gravações da integral villalobiana. A revista americana The AbsoluteSound saúda esta gravação como “um trabalho maravilhoso” e a revista inglesa ClassicalGuitar anuncia que “Pedrassoli oferece uma interpretação de classe internacional, que poderia servir de referência para todas as outras”. Pedrassoli gravou ainda com o violoncelista polonês ZygmuntKubala o CD “Arpeggione”, que obteve da revista Guitar Player a afirmação de que “o encontro de dois grandes artistas pode resultar em música excepcional”. Seu mais recente lançamento é o CD “Roberto Victorio: obras para violão por Paulo Pedrassoli”, dedicado à música deste compositor contemporâneo brasileiro. Categoria: Ultimos Eventos Etiquetas: Concerto, guitarra clássica, viola, violão

Maio
23
2015

Motivado pelo ano do Brasil em Portugal (2013) e constatando que muitos pós-graduandos em guitarra clássica do DeCA (Universidade de Aveiro) eram brasileiros, Paulo Vaz de Carvalho, professor do DeCa, propôs o projeto Irmão Violão como uma mostra da produção em Performance em Guitarra Clássica da UA e intercâmbio cultural. A ideia uniu destacados guitarristas brasileiros que vieram se aprimorar em Portugal.

A palavra “violão” é um termo que antigamente se usava só em Portugal e se usa agora no Brasil para designar a guitarra clássica; em virtude da grande afinidade entre os dois países nasce o Irmão Violão.


Continuar