viola

uan Almada Concerto de Guitarra Clássica Casa ada Guitarra Porto Graduado em guitarra clássica na Facultad de Bellas Artes – Uni. Nacional de La Plata (Argentina) onde obteve distinções da UNLP e do Governo Municipal. Assistiu a seminários com Eduardo Isaac, Fábio Zanon, Pablo Márquez, Eduardo Fernández, João Luiz, Jordi Mora. Participou nos Festivais Guitarras del Mundo, Bienal Arte – Cultura UNLP e La Plata Baila Tango como artista convidado, e no Festival Internacional Campos do Jordão e FEMUSC (Brasil) como bolsista. Foi premiado em concursos instrumentais e convocatórias acadêmicas (Jóvenes Intérpretes Mozarteum Santa Fe 2010, Concurso Internacional de Interpretación César Cortinas 2005 –Montevideo-, Programa Escala Docente-AUGM). Participou como guitarrista em cena em óperas do Teatro Argentino de La Plata e do Teatro Colón de Buenos Aires. Tocou em diversas oportunidades como solista com Orquesta de Jóvenes de Berisso (Programa Provincial Orquestas Escuela) e Orquesta de Cámara Eduardo Sívori, Ensamble La Trama. Realizou concertos e ministrado masterclasses em Argentina, Brasil y Uruguay. Actualmente se desempenha como concertista de guitarra clássica e camarista con uma ampla atividade de concertos, complementada com sua atividade como professor da Cátedra de Guitarra de FBA UNLP. Estuda con Eduardo Isaac (guitarra clássica) e Miguel de Olaso (alaúde e baixo contínuo). Programa de Concerto – Guitarra MÚSICA ESPANHOLA E LATINOAMERICANA Joaquín Rodrigo (1901 – 1999) . Junto al Generalife
 . En los trigales
 . Bajando de la Meseta Antonio Lauro (1917 – 1986) .Estudios en Imitaciones .Sonata, I movimiento Quique Sinesi (1960-) . Terruno Manuel Ponce (1882-1948) . Tema variado y Final Duração aproximada do Programa 50 minutos. Categoria: Ultimos Eventos Etiquetas: casa da guitarra, Concerto, guitarra clássica, viola

Junho
13
2015

Graduado em guitarra clássica na Facultad de Bellas Artes – Uni. Nacional de La Plata (Argentina) onde obteve distinções da UNLP e do Governo Municipal. Assistiu a seminários com Eduardo Isaac, Fábio Zanon, Pablo Márquez, Eduardo Fernández, João Luiz, Jordi Mora.Participou nos Festivais Guitarras del Mundo, Bienal Arte – Cultura UNLP e La Plata Baila Tango como artista convidado, e no Festival Internacional Campos do Jordão e FEMUSC (Brasil) como bolsista.

Foi premiado em concursos instrumentais e convocatórias acadêmicas (Jóvenes Intérpretes Mozarteum Santa Fe 2010, Concurso Internacional de Interpretación César Cortinas 2005 –Montevideo-, Programa Escala Docente-AUGM).Participou como guitarrista em cena em óperas do Teatro Argentino de La Plata e do Teatro Colón de Buenos Aires. Tocou em diversas oportunidades como solista com Orquesta de Jóvenes de Berisso (Programa Provincial Orquestas Escuela) e Orquesta de Cámara Eduardo Sívori, Ensamble La Trama. Realizou concertos e ministrado masterclasses em Argentina, Brasil y Uruguay.


Continuar
“Fado às 6h” é um espetáculo de fado tradicional, com duração aproximada de 60 minutos. A música é acompanhada com um Porto, servido no intervalo. Quintas-feiras, sextas- feiras e Sábados – Sessão às 18h Informações ou reservas, por favor contactar 222 010 033 ou geral@casadaguitarra.pt Casa da Guitarra Porto Fado às 6 is a performance of traditional fado music, that takes approximately 60 minutes. It is accompanied by a glass of Port served during the interlude. Thursdays, Fridays and Saturdays, at 6pm. For information or reservations, please contact 222 010 033 or geral@casadaguitarra.p Casa Guitarra porto fado oporto

Maio
17
2015

“Fado às 6h” é um espectáculo de fado tradicional, com duração aproximada de 60 minutos. A música será acompanhada com um Porto, servido no intervalo.
uinta, sexta e sábado – Sessão às 18h
Sessão às 18h
Fado às 6h” is performance of traditional fado music, that will take approximately 60 minutes. It will be accompained by a glass of Port wine served during the interlude.
Thursdays , Fridays and Saturday- Session at 6pm
Informations or reservations please contact 222 010 033 or geral@casadaguitarra.pt


Continuar
Marcos Araújo e Fernando Cury Concerto de guitarra clássica casa da guitarra porto Motivado pelo ano do Brasil em Portugal (2013) e constatando que muitos pós-graduandos em guitarra clássica do DeCA (Universidade de Aveiro) eram brasileiros, Paulo Vaz de Carvalho, professor do DeCa, propôs o projeto Irmão Violão como uma mostra da produção em Performance em Guitarra Clássica da UA e intercâmbio cultural. A ideia uniu destacados guitarristas brasileiros que vieram se aprimorar em Portugal. A palavra “violão” é um termo que antigamente se usava só em Portugal e se usa agora no Brasil para designar a guitarra clássica; em virtude da grande afinidade entre os dois países nasce o Irmão Violão. Fernando Cury é doutorando em performance de guitarra clássica pela Universidade de Aveiro sob orientação do Prof. Dr. Paulo Vaz de Carvalho e com apoio da CAPES do Brasil. Concluiu em 2006 o Mestrado em Práticas Interpretativas em Violão na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) onde ingressou temporariamente no quadro de professores. Em Portugal desenvolveu trabalho artístico e didático na Academia de Artes de Chaves no distrito de Vila Real e atuo como tutor em guitarra clássica de alunos brasileiros em intercâmbio na Universidade de Aveiro. Mestre em performance musical pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul/Brasil, o violinista brasileiro Marcos Araújo é doutorado em Estudos em Performance no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro. Como violinista, atua profissionalmente desde os seus 15 anos de idade em diversos grupos musicais no Sul do Brasil, apresentando-se nos principais programas de rádio e televisão daquela região. Tendo recentemente realizado um período de estágio de pesquisa no Instituto de Educação da Universidade de Londres, Marcos desenvolve investigações sobre processos cognitivos e afetivos subjacentes à prática musical.

Junho
06
2015

Motivado pelo ano do Brasil em Portugal (2013) e constatando que muitos pós-graduandos em guitarra clássica do DeCA (Universidade de Aveiro) eram brasileiros, Paulo Vaz de Carvalho, professor do DeCa, propôs o projeto Irmão Violão como uma mostra da produção em Performance em Guitarra Clássica da UA e intercâmbio cultural. A ideia uniu destacados guitarristas brasileiros que vieram se aprimorar em Portugal.

A palavra “violão” é um termo que antigamente se usava só em Portugal e se usa agora no Brasil para designar a guitarra clássica; em virtude da grande afinidade entre os dois países nasce o Irmão Violão.


Continuar

Maio
30
2015

Motivado pelo ano do Brasil em Portugal (2013) e constatando que muitos pós-graduandos em guitarra clássica do DeCA (Universidade de Aveiro) eram brasileiros, Paulo Vaz de Carvalho, professor do DeCa, propôs o projeto Irmão Violão como uma mostra da produção em Performance em Guitarra Clássica da UA e intercâmbio cultural. A ideia uniu destacados guitarristas brasileiros que vieram se aprimorar em Portugal.

A palavra “violão” é um termo que antigamente se usava só em Portugal e se usa agora no Brasil para designar a guitarra clássica; em virtude da grande afinidade entre os dois países nasce o Irmão Violão.


Continuar
IRMÃO VIOLÃO – MAURÍCIO GOMES E PAULO PEDRASSOLIMotivado pelo ano do Brasil em Portugal (2013) e constatando que muitos pós-graduandos em guitarra clássica do DeCA (Universidade de Aveiro) eram brasileiros, Paulo Vaz de Carvalho, professor do DeCa, propôs o projeto Irmão Violão como uma mostra da produção em Performance em Guitarra Clássica da UA e intercâmbio cultural. A ideia uniu destacados guitarristas brasileiros que vieram se aprimorar em Portugal. A palavra “violão” é um termo que antigamente se usava só em Portugal e se usa agora no Brasil para designar a guitarra clássica; em virtude da grande afinidade entre os dois países nasce o Irmão Violão. Maurício Gomes iniciou seus estudos de guitarra aos 12 anos, licenciando-se em Educação Artística com Habilitação em Música pela Universidade do Estado do Pará (UEPA) e em guitarra pelo Conservatório Carlos Gomes, onde estudou com o professor Salomão Habib. Posteriormente mudou-se para Barcelona (Espanha) e ingressou na Escola Superior de Música de Catalunya, onde estudou com Zoran Dukic e Àlex Garrobé. Foi professor de guitarra da Estudis Musicals Atlântida (EMA) em Barcelona e do Conservatório Carlos Gomes (Brasil). Fez vários concertos por capitais brasileiras e também em Portugal, Espanha e Alemanha. Dentre suas atuações, destaca-se a participação no Concerto à Brasileira, realizado em 2009 na Embaixada do Brasil em Berlim (Alemanha), tocando ao lado dos músicos Wilfried Berk e Elizabeth Berk-Seiz. Na ocasião, realizou a primeira audição alemã da obra completa para violão de Cláudio Santoro. Cursou o Mestrado em Música da Universidade de Aveiro sob a orientação dos professores Paulo Vaz de Carvalho e Pedro Rodrigues. Atualmente é professor de guitarra do Conservatório David de Sousa (Figueira da Foz). Paulo Pedrassoli é Mestre em Música pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e professor (3o grau) de violão na mesma instituição. Atualmente cursa o doutoramento em Performance na Universidade de Aveiro. Desenvolve intensa carreira artística como solista, camerista e diretor musical, tendo se apresentado em diversos países como França (Paris), Estados Unidos (Los Angeles), Japão (Tóquio, Kioto, Nasu, Fujisawa e Okayama), Alemanha (Ulm), Austrália (Sydney), Portugal (Lisboa, Porto, Coimbra, Alcobaça, Braga, Aveiro, Nisa e Fundão), India (Nova Deli e Chandigard), Caribe (Barbados), Paraguai (Assunção) e Marrocos (Rabat), além das mais importantes salas de concerto do Brasil. Sua discografia inclui o CD “Heitor Villa-Lobos: Obra Integral para Violão Solo”, gravado na Alemanha (Karlsruhe) e recebido entusiasticamente pela crítica especializada nacional e internacional como uma das melhores gravações da integral villalobiana. A revista americana The AbsoluteSound saúda esta gravação como “um trabalho maravilhoso” e a revista inglesa ClassicalGuitar anuncia que “Pedrassoli oferece uma interpretação de classe internacional, que poderia servir de referência para todas as outras”. Pedrassoli gravou ainda com o violoncelista polonês ZygmuntKubala o CD “Arpeggione”, que obteve da revista Guitar Player a afirmação de que “o encontro de dois grandes artistas pode resultar em música excepcional”. Seu mais recente lançamento é o CD “Roberto Victorio: obras para violão por Paulo Pedrassoli”, dedicado à música deste compositor contemporâneo brasileiro. Categoria: Ultimos Eventos Etiquetas: Concerto, guitarra clássica, viola, violão

Maio
23
2015

Motivado pelo ano do Brasil em Portugal (2013) e constatando que muitos pós-graduandos em guitarra clássica do DeCA (Universidade de Aveiro) eram brasileiros, Paulo Vaz de Carvalho, professor do DeCa, propôs o projeto Irmão Violão como uma mostra da produção em Performance em Guitarra Clássica da UA e intercâmbio cultural. A ideia uniu destacados guitarristas brasileiros que vieram se aprimorar em Portugal.

A palavra “violão” é um termo que antigamente se usava só em Portugal e se usa agora no Brasil para designar a guitarra clássica; em virtude da grande afinidade entre os dois países nasce o Irmão Violão.


Continuar