Concerto


Março
21
2016

Formado por André Milagres, Lucas Ladeia, Rodrigo Heringer e Rodrigo Magalhães, o grupo surgiu a partir de uma proposta coletiva de execução do repertório de choro com uma formação pouco convencional, utilizando instrumentos como o baixo-acústico, a bateria, a guitarra e o vibrafone, somados aos tradicionais violão de sete cordas e cavaquinho.

A partir de sua criação, em 2011, seus integrantes passaram a arranjar e compor peças que combinassem com a instrumentação proposta, valendo-se de uma concepção estética singular dentre os que lidam com o gênero no Brasil.

Nas apresentações de divulgação do disco, o Assanhado busca sintetizar o intercambio, a troca e as múltiplas sociabilidades. O resultado é um som dotado de personalidade, inovação e brasilidade, executado em show enérgico através do qual buscam a aproximação entre o público e o ambiente da música instrumental brasileira.


Continuar
O Fórum Cultural de Gulpilhares apresenta alguns dos seus alunos de Guitarra neste concerto fora de Portas escolares. Os momentos musicais, protagonizados por alunos do 1º ao 5º graus, irão abranger obras de compositores como Máximo Diego Pujol, Vicente Lindsey-Clark, Leo Brouwer, Julio Sagreras, Duarte Costa, entre outros.

Março
19
2016

O Fórum Cultural de Gulpilhares apresenta alguns dos seus alunos de Guitarra neste concerto fora de portas escolares. Os momentos musicais, protagonizados por alunos do 1º ao 5ºgrau, irão abranger obras de compositores como Gary Ryan, Francisco Tarrega, Vincent Lindsey-Clark, Fernando Sor, entre outros.


Continuar

Março
05
2016

A música é antiga e omnipresente. Cresce de forma única em cada cultura. No vento viaja e volta a repousar, transformando-se e crescendo.

Na Península Ibérica são várias as brisas musicais que se fizeram e fazem sentir. O período antigo do Al Andalus deixa-nos a marca da música culta árabe, da música de carácter modal que percorre o mediterrâneo. Esta herança, difundida pela cultura nómada cigana, contribui para as origens da cultura do flamenco.

São estas duas dimensões que nos propomos fundir, sem que nunca se perca a essência que caracteriza cada uma. Sem descurar o contexto ocidental onde esta música se insere, o que propomos é a descoberta dos muitos pontos comuns que ambas as linguagens musicais possuem, através de composições tradicionais e originais, e usando os timbres que melhor as definem.


Continuar